Varal ESPN

Varal ESPN

Palmeiras quer manter casamento de 11 anos com a Adidas, mas ganhando mais

Francisco De Laurentiis, do ESPN.com.br
Presidente do Palmeiras fala de Lucas Lima, Adidas e nega negociação com Rafinha: 'Não temos nada'

No último domingo, o jornal O Globo informou que a Adidas não irá renovar seu contrato com o Palmeiras em 2019, encerrando uma parceria que hoje dura 11 anos, vindo desde 2006. No entanto, a equipe alviverde disse que ainda negocia com a marca alemã e pretende mantê-la  como fornecedora de material esportivo. 

"O Palmeiras está negociando com a Adidas. Não tem posição final ainda, mas está em negociação", disse o presidente do clube paulista, Maurício Galiotte, em evento na Federação Paulista de Futebol, realizado nesta terça-feira.

Galiotte, porém, confirmou que as negociações estão atravancadas porque o Palmeiras quer receber mais da parceira.

Atualmente, a equipe ganha R$ 20 milhões por ano. A intenção é chegar em um patamar próximo ao do Flamengo, que fatura R$ 37 milhões por ano. 

Presidente diz que Palmeiras fará contratações pontuais: 'Talvez quatro jogadores'

"Nossa pedida é sempre aumentar. Estamos negociando, vamos ver as possibilidades. Mas nossa ideia é continuar com a Adidas", salientou o presidente.

"Estamos negociando, exatamente isso, nada diferente disso. Tudo o que foi ventilado essa semana não procede. De nossa parte, queremos continuar, se possível. Estamos negociando", finalizou o mandatário alviverde. 

Divulgação
Adidas está no Palmeiras desde 2006
Adidas está no Palmeiras desde 2006

Caso o contrato não seja renovado, a Puma aparece como grande favorita a assumir o uniforme palmeirense, segundo apurou o ESPN.com.br.

Além de Palmeiras e Flamengo, a Adidas ainda faz os uniformes de Sport, Coritiba e Ponte Preta no Brasil.

Vale lembrar que, recentemente, a empresa alemã finalizou longos contratos com importantes clubes europeus, como o Milan, de quem era parceira há 20 anos, e o Olympique de Marselha, com quem tinha o mais antigo contrato de fornecimento de material esportivo do planeta: 43 anos.