Gabriela Moreira

Gabriela Moreira

Quem inscrever 'gato' na Copinha só volta a jogar torneio em 2024

Gabriela Moreira, blogueira do ESPN.com.br

O caso do "gato da Copinha", em que Heltton Matheus Rodrigues, se passou por Brendon Matheus dos Santos, três anos mais novo, para jogar a Copa São Paulo de Futebol Júnior este ano pelo Paulista provocou mudanças no regulamento para 2018. Agora, o clube que inscrever jogador com documentação falsa poderá ser suspenso da competição por até cinco edições. 

Pena bem mais pesada do que a que pegou o Paulista. O clube foi eliminado apenas desta edição, por alegar que não sabia da fraude e afirmar ter sido vítima de Heltton. A mudança visa atribuir responsabilidade maior aos clubes, que são responsáveis pela veracidade das informações apresentadas por seus atletas. 

Veja como ficou o regulamento: 

"Art. 25 - Caso seja comprovado, tanto durante quanto após a realização da Competição, que algum atleta inscrito tenha participado com documentação adulterada ou informação falsa, o Clube do atleta infrator será eliminado da Competição em curso e poderá ser excluído de suas 05 (cinco) próximas edições."

Gazeta Press
Heltton, zagueiro que jogou a Copinha como Brendon Matheus, antes de jogo do Paulista
Heltton, zagueiro que jogou a Copinha como Brendon Matheus, antes de jogo do Paulista

Entenda o caso: 

Em janeiro deste ano, o Batatais denunciou que um jogador do Paulista, identificado como Brendon, teria idade maior do que o permitido para participar da competição. Após a denúncia, a reportagem do ESPN.com.br revelou que Brendon, na verdade, era Heltton, que usou a identidade de um amigo de infância para fraudar sua participação em diversos campeonatos de base.  

Nascido em 1994, Heltton, usava os documentos de Brendon, de 1997, seu amigo que encontrava-se preso no Rio de Janeiro, sob acusação de roubo e tráfico de drogas. 

O Paulista, que estava na final da competição, foi eliminado do campeonato. Já Heltton foi contratado pelo Osasco-Audax e hoje está cedido ao time da escola de samba Vai-Vai. 

 Siga a página no Facebook