Com gols de Everton e Vinícius Junior, Flamengo vence o Cruzeiro e segue no G-7

ESPN.com.br
Veja os gols de Flamengo 2 x 0 Cruzeiro

Finalistas da Copa do Brasil, Flamengo e Cruzeiro voltaram a se enfrentar nesta quarta-feira, dessa vez na Ilha do Urubu, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. E no reencontro, quem levou a melhor foi o time carioca. Contando com gols de Everton e Vinicius Júnior, o Flamengo triunfou pelo placar de 2 a 0.

Com o resultado positivo em casa, o Flamengo chega aos 50 pontos, ocupando a sétima posição na tabela. O Cruzeiro permanece com 51 pontos, caindo para o sexto posto. Com o triunfo sobre o Sport na Ilha do Retiro, o Botafogo pulou para o quinto lugar, também com 51 pontos.


Na próxima rodada do Brasileirão, o Flamengo enfrenta o Palmeiras, domingo, no Allianz Parque. Já o Cruzeiro volta a campo no mesmo dia, no Mineirão, diante do Fluminense. 

Primeiro tempo

O duelo começou bastante movimentado. A partida não era fechada, as equipes se respeitavam, faziam um duelo tático, no entanto, se abriam para as oportunidades. O Flamengo, nos primeiros minutos, teve, pelo menos, duas chances claras para abrir o placar, ambas com Paquetá. O Cruzeiro, por sua vez, chegou em uma oportunidade com perigo.

Após os 15 primeiros minutos, o Flamengo conseguiu manter sua intensidade em campo. Embora seu jogo ficasse sobrecarregado pela direita, o time da casa conseguia criar jogadas, apesar de não ter tido uma chance tão clara assim. Mas ainda assim era a equipe que mais apresentou dificuldades para a defesa adversária.

Rueda lamenta desfalques do Flamengo e não poupa elogios a Paquetá: 'Muito caráter'

O Flamengo conseguia garantir a posse de bola e fazer dela um instrumento para levar riscos contra a meta do goleiro Fábio. A equipe rubro-negra atuava pelos lados de campo, mas, algumas vezes, também se arriscava pelo meio.

Aos 36, a superioridade flamenguista teve resultado. Em cruzamento na área, Vizeu conseguiu ajeitar de cabeça e Everton mandou para o fundo da rede e dar vantagem ao clube da casa.

Para se ter uma ideia, ao fim da etapa inicial, o Flamengo tinha 10 finalizações a seu favor e o Cruzeiro apenas duas. Vale ressaltar, entretanto, que a inoperância azul no ataque contou com o apoio de Rafael Marques, que não conseguiu se encontrar em campo.

Mauro diz que Vinícius Jr merece mais tempo de jogo e destaca números de Everton: 'Participa de 25% dos gols'

Segundo tempo

A partida voltou mais truncada na etapa complementar. O Flamengo já não chegava com a facilidade do primeiro tempo, mas o Cruzeiro também não conseguia agredir, mesmo com a alteração de Rafael Marques por Rafael Sóbis.

Após os 15 minutos da etapa final, o Flamengo passou a ficar mais recuado. O time da casa dava espaços para o Cruzeiro, que encontrava dificuldades para propor o jogo. Mas o contra-ataque poderia acontecer a qualquer momento.

Paquetá comemora drible desconsertante; Vinícius Jr nega clima de 'revanche' contra o Cruzeiro

O técnico Mano Menezes, no entanto, usou sua experiência para perceber que o Flamengo esperava o Cruzeiro para sair em velocidade. Ele, então, melhorou sua condição de ataque: mandou Sóbis fazer lado de campo e colocou o jovem Jonata em campo.

A proposta do Flamengo no segundo tempo teve efeito já nos acréscimos. Em contra-ataque rápido, Vinícius Júnior recebeu na frente e colocou para o fundo da rede com um simples toque.

Mano: 'Não podíamos esperar outro resultado senão a derrota jogando o que a gente jogou'

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 2 X 0 CRUZEIRO

Local: Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 8 de novembro de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
Gols: Everton, aos 36 minutos do primeiro tempo, Vinicius Júnior, aos 48 do segundo tempo (Flamengo)
Cartões: Henrique, Manoel, Rafael Sóbis (Cruzeiro); Rhodolfo (Flamengo)

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Rafael Vaz e Renê; Gustavo Cuéllar, William Arão, Éverton Ribeiro (Rodinei) e Éverton; Felipe Vizeu e Lucas Paquetá (Vinícius Júnior). Técnico: Reinaldo Rueda

CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel, Manoel, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Lucas Romero, Thiago Neves, Alisson (Elber) e Robinho (Jonata); Rafael Marques (Rafael Sóbis). Técnico: Mano Menezes